Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Brasão

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso


Terça-feira, 3 de agosto de 2021 16h10


ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Comissão de Meio Ambiente retoma trabalhos para prevenção e combate a incêndios no Pantanal

Primeira reunião do semestre avaliou ações do governo e prefeituras para evitar a repetição da tragédia ambiental de 2020

EDUARDO RICCI / Gabinete do deputado Carlos Avallone



Foto: Ronaldo Mazza

O presidente da Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Minerais, deputado Carlos Avallone (PSDB) coordenou esta manhã (3/8) a primeira reunião do semestre para avaliar as ações de prevenção e combate aos incêndios no Pantanal mato-grossense. Avallone destacou o trabalho de conscientização e mobilização de todos os segmentos, a começar pelos pecuaristas e proprietários rurais de Poconé, Barão de Melgaço, Santo Antônio de Leverger e Cáceres. Os indicadores climáticos mostram que a seca este ano está muito mais grave que no ano passado, quando incêndios destruíram mais de 2,9 milhões de hectares do Pantanal. 

“A situação é muito preocupante e por isso a Comissão de Meio Ambiente continua fazendo a interlocução com o governo através da Secretaria de Meio Ambiente e Corpo de Bombeiros, com as prefeituras, Defesa Civil, as câmaras municipais, sindicatos rurais e entidades como a Associação de Defesa do Pantanal, além da relevante contribuição do senador Wellington Fagundes na alocação de recursos federais. Estamos identificando problemas e agilizando soluções para aumentar a prevenção e o combate ao fogo”, disse Avallone.

Durante a reunião, o secretário-adjunto de Proteção e Defesa Civil, coronel BM Cesar Brum, informou que a Defesa Civil tem recursos disponíveis para contribuir no trabalho, a partir de planos de ações elaborados pelas prefeituras e entidades de defesa ambiental. 

A Assembleia Legislativa também deve contribuir destinando parte de seu orçamento para a defesa ambiental, a exemplo do que já foi feito na saúde e segurança. “Já conversamos com o presidente Max Russi, que está sensível e apoia a destinação de pelo menos R$ 500 mil do Legislativo para a perfuração de poços artesianos na região pantaneira, facilitando o combate às chamas e o atendimento das equipes”, destacou. 

Por sugestão do Ministério Público, deve ser criado também um Comitê de Crise para agilizar obras e ações necessárias ao restabelecimento do fluxo de água nas baías de Chacororé e Siá Mariana. 

Estrutura reforçada

Na reunião por videoconferência, a tenente-coronel BM Jusciery Marques, do Batalhão de Emergências Ambientais, fez um relato sobre a estrutura de combate aos incêndios, reforçada este ano com a inauguração de duas novas unidades do Corpo de Bombeiros em Santo Antonio de Leverger e Poconé, além da capacitação de brigadistas indígenas, militares e municipais. Hoje existem brigadas em 150 localidades tradicionais do Pantanal (áreas quilombolas e reservas indígenas) além da capacitação de 80 pilotos agrícolas sobre o uso de aeronaves na aplicação de retardantes de fogo na vegetação. 

O combate ao fogo nas aldeias do Pantanal, já registrados este ano, continua sendo dificultado pela cultura das nações indígenas que usam o fogo com frequência, além das restrições de ordem legal para atuar nos territórios controlados pela Fundação Nacional do Índio (Funai). O Corpo de Bombeiros tem intensificado o trabalho de conscientização dessas comunidades, e sugere uma fiscalização mais efetiva da Secretaria de Estado de Meio Ambiente sobre os coletores de iscas no Pantanal, que também costumam gerar incêndios nos acampamentos com fogueiras.

Acompanhamento

Desde janeiro, a Comissão de Meio Ambiente promoveu diversas audiências públicas, oitivas com autoridades e outros depoentes convocados, reuniões técnicas para análise dos principais problemas que afetam o setor e cinco visitas in loco a áreas de preservação como o Pantanal mato-grossense. 

No início de julho, Avallone se reuniu em Poconé com o Corpo de Bombeiros, Secretaria de Meio Ambiente, prefeitura, Câmara de Vereadores e a Associação de Defesa do Pantanal (Adepan) para tratar da prevenção aos incêndios. A comissão cobrou do Executivo a abertura de novos acessos a regiões isoladas para facilitar o trabalho dos Bombeiros.

As baías de Chacororé e Siá Mariana, afetadas pela pior seca dos últimos anos, também receberam ações e acompanhamentos por parte da comissão, que propôs a criação de um programa de revitalização das baías, que já começou com o desassoreamento e desobstrução dos corixos que as alimentam. 

Participaram da reunião hoje representando o Corpo de Bombeiros, diretor operacional do CBM o coronel Pereira;  o presidente do Sindicato Rural de Poconé, Raul Neto; pecuarista Vicente Falcão; , secretário de Meio Ambiente de Barão de Melgaço, Fabio Senatore; o vereador Dudu de Poconé e a jornalista Justina Fernandes, representante do senador Wellington Fagundes (PL). O deputado Gilberto Cattani (PSL) também participou de parte da reunião.


Gabinete do deputado Carlos Avallone


Associadas


Galeria de Imagens