Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Brasão

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso


Quinta-feira, 8 de outubro de 2020 10h58


CALOR EXTREMO

Deputado cobra climatização para escolas da região oeste

Foram encaminhadas mais de 150 indicações de melhorias à Seduc pelo deputado Dr. Gimenez, entre elas, aquisição de ar condicionado e transformador de energia

ROSE DOMINGUES / Gabinete do deputado Dr. Gimenez



O deputado visitou a unidade escolar de Cáceres no início deste ano, onde constatou demanda por climatização

Foto: ROSE DOMINGUES

Um total de 150 indicações solicitando melhorias para as escolas estaduais de 22 municípios da região oeste já foram encaminhadas esse ano pelo deputado estadual Dr. Gimenez (PV) à Secretaria de Estado de Educação (Seduc). As cobranças incluem reformas, pintura, aquisição de equipamentos e mobiliários, computadores, aparelhos de ar condicionado e transformadores de energia. 

“Enquanto o governo debate com os pais e a sociedade a retomada presencial das aulas, nós questionamos sobre a estrutura das escolas para fazer frente à pandemia da Covid-19, que ainda não acabou, e à onda de calor extremo, situações que colocam em risco a vida dos profissionais e alunos”, pontua o parlamentar que vem cobrando investimentos na educação desde o início do ano.

Mesmo em um estado com altas temperaturas o ano inteiro, alguns problemas listados pelas escolas, como a falta de climatização, são recorrentes e atrapalham o rendimento escolar. Em Cáceres (210 km da capital), a Escola Estadual Senador Mario Motta reivindica climatização há muitos anos porque os estudantes costumam ter tonturas, diarréias ou desmaiar por causa do calor e da baixa umidade.

“Essa escola tem mais de 40 anos de fundação, possui 800 alunos, mas ao longo dos anos recebeu pouco investimento do governo. A diretora me relatou que houve uma reforma em 2019, com a conclusão da parte elétrica, que era muito precária, mas ainda faltavam os aparelhos de ar condicionado e um posto de transformação. A situação é semelhante em outras escolas”, acrescenta Dr. Gimenez. 

Os problemas estruturais da Escola Estadual Vale do Guaporé, em Pontes e Lacerda, persistem há anos, entre as demandas está a reforma do banheiro

Foto: ROSE DOMINGUES

O deputado visitou várias escolas para verificar os problemas. Em Pontes e Lacerda, as cinco unidades escolares possuem demandas por reparos,entre elas, a Escola Estadual Ceja 6 de Agosto, que precisa de reforma do telhado, piso, paredes, instalações hidráulicas e rede elétrica.  Na Escola Vale do Guaporé, um galpão sem estrutura e climatização era utilizado para atendimento dos alunos. “Não podemos continuar com essa situação, o momento exige que sejam priorizados os investimentos na educação.”

Ele explica que a os estudantes da região oeste geralmente apresentam bom desempenho na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), como o aluno Jaime de Souza Lima Júnior, Da Escola Estadual Deputado Bertoldo Freire, de São José dos Quatro Marcos, que ficou em 1º lugar no curso de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). “Isso mostra o empenho dos servidores da educação em oferecer um ensino de qualidade, mesmo em condições adversas e com estrutura precária”. 

Em Quatro Marcos, são nove escolas estaduais, que, de modo geral, exigem reparos e melhorias na estrutura da cozinha e dos banheiros, com a construção de vestiário masculino e feminino, ampliação da biblioteca, computadores novos para o laboratório de informática e um espaço maior e equipado para o laboratório de ciências. As mesmas situações acontecem nas escolas estaduais de Porto Espiridião, Rio Branco, Lambari D’Oeste e Araputanga.

Nessa mesma escola, um galpão em estrutura e ar condicionado era usado para o atendimento aos estudantes

Foto: ROSE DOMINGUES

“Em tempos de Covid-19, temos centenas de escolas em Mato Grosso que precisam reformar ou construir banheiros, lavatórios e bebedouros, sem falar na climatização, que é insuficiente, ou a rede elétrica não suporta a sobrecarga e o transformador queima, como aconteceu na Escola Estadual Miguel Barbosa, de Quatro Marcos, várias vezes em 2019. Não temos hoje condições de dizer que as escolas estão preparadas para receber os alunos”.

O deputado já encaminhou um documento com detalhamento das demandas à Seduc e esteve pessoalmente na instituição na secretaria para reforçar a necessidade de providências. “Essa lista de prioridades ficou muito grande devido aos muitos anos sem a atenção devida, mas acredito na capacidade de investimento do atual governo, que vem demonstrando estar preocupado com a nossa região. Vou intermediar e acompanhar a situação de perto”, finaliza Dr. Gimenez. 
 


Gabinete do deputado Dr. Gimenez


Associadas


Galeria de Imagens


Notícias