Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Brasão

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso


Terça-feira, 18 de fevereiro de 2020 10h22


ENERGIA LIMPA

Governo assina cessão de terreno para a ALMT abrigar estacionamento com cobertura de placas solares

Ação segue indicação do deputado Faissal Calil (PV).

CAROLINA COUTINHO / Gabinete do deputado Faissal



Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Os tempos atuais vislumbram necessárias reformas na administração pública, visando otimizar a aplicação dos recursos. O Diário Oficial que circulou na última sexta-feira (14) traz um termo de cessão de uso de terreno de 26 mil metros para abrigar o estacionamento de veículos, com cobertura de placas solares, visando à geração de energia solar fotovoltaica. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso será a responsável pela instalação das placas solares e vai ceder 20% para o Estado. O termo de cessão foi assinado pelo secretário estadual de Gestão e Planejamento de Mato Grosso, Basílio Ferreira.

“O uso de energia solar fotovoltaica em empresas e prédios públicos é uma tendência universal. Quero felicitar o secretário Basílio Bezerra pela iniciativa, enxergando nela comunhão de nossos pensamentos, atendendo ao meu requerimento”, destacou o deputado Faissal Calil (PV). O parlamentar é autor da Indicação n° 1705/2019, apresentada na ALMT no dia 21 de maio de 2019, que solicita que a administração pública e respectivos órgãos instalem sistema de geração distribuída de energia solar fotovoltaica nos prédios públicos, visando assim à economia do dinheiro público.

Na justificativa, o parlamentar destaca a crescente tendência no uso dessa energia, que auxilia na redução dos custos e também reduz o impacto ambiental. O custo do investimento deve ser recuperado em dois anos com a economia gerada.

Segundo Faissal, uma outra ação - a troca das lâmpadas na ALMT pelas de leds - economizaria cerca de 30% na energia elétrica da Casa. Hoje nós gastamos em torno de R$ 250 mil por mês e temos condições de fazer um estacionamento aqui na ALMT com garagens cobertas por placas de energia fotovoltaica e essas placas produzem uma energia renovável que não agride o meio ambiente, tal como acontece hoje em dia na Justiça Federal.


Gabinete do deputado Faissal