Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Brasão

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso


Quarta-feira, 17 de junho de 2020 14h10


ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Faissal propõe distribuição de kits de combate ao novo coronavírus para unidades de saúde de MT

"Em momento de pandemia, toda síndrome gripal  deve ser considerada Covid", diz deputado

CAROLINA COUTINHO / Gabinete do deputado Faissal



Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O deputado estadual Faissal Calil (PV) indicou na sessão plenária, desta quarta-feira (17), pedido para o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), para adquirir kits de combate inicial  ao coronavírus (Covid-19), com a finalidade de dar atenção básica para todas unidades de saúde no território mato-grossense. 

"Não é porque o prefeito A, B ou C não faz o dever de casa, que o Estado vai deixar de fazer também.  Veio o dinheiro do governo federal, que é obrigação do governo estadual amparar as necessidades da população  contra a pandemia", destacou o parlamentar. 

Os  kits, geralmente, são compostos por litros de álcool 70% líquido; álcool em gel; EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), como luvas, óculos de proteção,  material informativo,  além de produtos de limpeza para desinfecção dos locais de trabalho, conforme medidas da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

"A doença se espalhou de maneira muito rápida, apesar das importantes medidas de contenção adotadas pelo poder público.  No último levantamento da SES, o Estado registrou 6.108  casos confirmados por Convid-19, incluindo 213 óbitos.  Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus.  O combate precoce da doença é determinante na manutenção da vida do paciente, sendo a rede de atenção básica e a distribuição de kits de combate, peças fundamentais nesta ação", explicou o parlamentar. 

Uma cópia do requerimento legislativo será  encaminhada ao governador  Mauro Mendes e ao secretário  de Saúde, Gilberto Figueiredo, para tomar providências. 

"Em momento de pandemia, toda síndrome gripal  deve ser considerada Covid",concluiu.


Gabinete do deputado Faissal